Associação de Guias, Instrutores e Profissionais de Escalada do Estado do Rio de Janeiro



Exemplos de vias por grau de duração

Listamos abaixo alguns exemplos, mas, se preferir, baixe aqui uma lista mais completa com as vias de D1 a D6

D1 – De uma a três horas de duração:

  • A maioria das vias dos Coloridos, no Morro da Urca;
  • A maioria das vias do Morro da Babilônia;
  • Coringa, Ás de Espadas e Alfredo Maciel, no Pão de Açúcar;
  • K2, no Corcovado;
  • Via Normal das Agulhas Negras;
  • Todas as vias da Agulhinha da Gávea;
  • A maioria das vias do Morro do Cantagalo.

D2 – De três a quatro horas de duração:

  • Via dos Italianos e Cavalo Louco no Pão de Açúcar até o cume;
  • Heinennken, Bohemia Gelada, Atlanta, no Pão de Açúcar;
  • As Lacas Também Amam e Harmonia Sativa no Pão de Açúcar;
  • A maioria das vias do Pico da Tijuca até o cume;
  • Lionel Terray na Pedra Bonita;
  • Marizel, no Irmão Menor do Leblon;
  • Travessia dos Olhos na Pedra da Gávea;
  • Rodolfo Chermont no Capacete, em Salinas;

D3 – De quatro a seis horas de duração:

  • Chaminés Stop e Gallotti no Pão de Açúcar;
  • Cisco Kid, Secundo, Lagartão, Waldo no Pão de Açúcar;
  • Teto Ricardo Menescal no Pão de Açúcar;
  • C-100 na Pedra da Gávea;
  • CERJ e Roberta Groba no Capacete, em Salinas;
  • Face Norte do Mãe D’Água, em Petrópolis;

D4 – Um dia inteiro de escalada:

  • Íbis no Pão de Açúcar;
  • Diretíssima Sul, no Corcovado;
  • Face Leste do Dedo de Deus;
  • Infinita Highway, no Escalavrado;
  • A maioria das vias do Pico Maior de Friburgo;

D5 – Mais de um dia, é necessário um bivaque:

  • Contra-Pino no Pão de Açúcar;
  • Quarta Dimensão e Oitavo Passageiro, no Corcovado;
  • Domingos Giobbi, na Pedra do Baú;

D6 – Mais de dois dias de escalada, o bivaque e a logística são mais complexos:

  • Tragados pelo Tempo, no Corcovado;
  • Crazy Muzungus, no Garrafão;
  • O Cortiço, em Petrópolis;